logoface  logoyoutube  logoinstagram 



Idosos lotam auditório da OAB Cascavel em evento de comemoração ao Dia do Idoso

Avalie este item
(0 votos)

Para marcar o Dia do Idoso, comemorado em 1º de outubro, a Comissão de Direito do Idoso promoveu nesta quarta-feira (10), o "2º Encontro Direito dos Idosos e Qualidade de Vida na Terceira Idade". O evento lotou o auditório com um público interessado e participativo. Foi uma tarde de muito amor, carinho, cuidado, com um bate-papo construtivo sobre longevidade, direitos e saúde!

Foram quatro palestras, com espaços para perguntas. A advogada Eliane Deola falou sobre os direitos dos idosos em relação à aposentadoria e benefícios. “A orientação principal que damos para eles é para que mantenham seus dados sempre atualizados no Cadastro Único e que façam anualmente a prova de vida. Isso vai evitar transtornos com o benefício”, explica a advogada, que também orientou os idosos a sempre denunciarem via telefone 135 quando forem mal atendidos no INSS.

Já a voluntária da pastoral do idoso, Maria Lourdes Menon Schram, de 70 anos, fez um emociante relato sobre como devemos encarar o envelhecimento com alegria e entusiasmo e deu várias lições para levantar a autoestima dos idosos. “Ficamos velhos quando deixamos de sonhar. Quando a gente tem uma idade avançada, mas continua sonhando e amando, nos tornamos idosos e não velhos. Envelhecer não é diminuir. Temos que tomar cuidado para nào ficarmos reféns de uma falsa amiga, que é a televisão. Temos que viver em sociedade, participar de grupos de exercícios, dança... Enfim, aproveitar o presente e não ficar só relembrando o passado”, aconselha Maria Lourdes, mais conhecida como Lurdinha.

A fala dessa idosa foi muito pertinente para a palestra seguinte, conduzida pela psicóloga Iraci Oldoni. “Todo mundo sente solidão, mas você é quem escolhe se vai ficar sofrendo com isso ou não. A dor vamos sempre sentir, mas você vai se entregar para ela?”, indagou a psicóloga, que motivou o grupo a se manter sempre ativo! O encontro foi finalizado com valiosas informações do médico André Keiji Petri explicou sobre as atitudes que ajudam a prevenir o câncer. “Sempre aprendemos! É motivador. Gostei muito de todas as palestras e isso tudo eu aplico na minha vida depois, Enriquece conhecimento!”, agradece Nilve Mari Moreira Branco, de 63 anos.