logoface  logoyoutube  logoinstagram 



Evento discute impacto da Reforma Trabalhista na advocacia e na magistratura

Avalie este item
(0 votos)

O auditório da sede da OAB Cascavel ficou movimentado durante toda sexta-feira (08), por cerca de 100 participantes do evento “O impacto da Reforma Trabalhista na advocacia e na magistratura”, realizado numa parceira com o Tribunal Regional do Trabalho, Escola da Magistratura do Paraná e Associação dos Advogados Trabalhistas do Paraná. “Esse evento só foi possível porque vivemos em ambiente democrático que nos possibilita discutir diversos posicionamentos a respeito do mesmo assunto. Então, a nossa intenção é aproximar os juízes e os advogados para que eles possam construir uma interpretação dessa reforma”, explica o advogado Lucas Daniel Velasco da Silva, secretário geral da OAB Cascavel.

Foram ministradas quatro palestras com os seguintes temas: “Um novo direito sindical? Liberdade nos ajustes coletivos”, “Uma nova petição inicial? As formalidades exigidas para o pedido”, “Uma nova sentença? Fixação de critérios de interpretação” e “Uma nova Justiça do Trabalho? O aumento ou a diminuição dos processos”. Os temas foram abordados com espaço para esclarecimento de dúvidas do público.

O advogado de Cascavel Jair Luiz de Souza, que trabalha há anos diretamente com direito trabalhista, foi um dos participantes do evento. “A OAB e o TRT estão de parabéns por trazerem conhecimento e a posição da magistratura a respeito da reforma trabalhista. Foi um reforma impactante, ela vai trazer benefícios e prejuízos tanto para patrões e empregados. Vejo um impacto muito grande principalmente nas causas trabalhistas. Os encontros que reúnem os colegas são necessários para que gente troque informações. O Direito é muito abrangente, então essa troca de experiências é muito válida”, avalia Jair.

De acordo o secretário geral da OAB, os advogados ainda vão ter que enfrentar um período longo de adaptação, por isso novos eventos sobre a reforma trabalhista estão sendo programados. “Essa lei foi criada, publicada e entrou em vigência num período muito curto de tempo o que quebrou com o processo democrático que existia na elaboração das leis. Então, ainda estamos fazendo uma reflexão do que vai ser aplicado. Porque tem muita lei que entra em vigor, mas não tem eficácia no mundo jurídico. Vão ser necessários muitos encontros, inclusive já estamos planejando outras palestras para continuar esse debate”, detalha Lucas.

Veja mais fotos do evento na página da OAB Cascavel no Facebook.