logoface  logoyoutube  logoinstagram 



Outubro Rosa: palestras levaram conscientização sobre prevenção do câncer de mama às advogadas

Avalie este item
(0 votos)

A Comissão da Mulher Advogada e a Caixa de Assistência dos Advogados do Paraná, subseção de Cascavel, organizaram uma noite especial de conscientização para marcar as atividades em alusão à campanha Outubro Rosa. Na sede da OAB Cascavel, a equipe promoveu palestras para incentivar os cuidados com a saúde da mulher e a prevenção do câncer de mama. “A função institucional da OAB, além de ser uma entidade representativa de classe, tem como compromisso estatutário defender e representar legítimos interesses da sociedade. Poder alertar sobre uma doença tão grave e divulgar os direitos dos portadores do câncer, que gozam de uma série de benefícios assegurados por lei, também é o nosso papel. Hoje, não usamos somente a camisa rosa, mas abrigamos dentro dela um coração totalmente rosa, cheio de solidariedade e amor”, comenta a presidente da Comissão da Mulher Advogada, Neide Simões Pipa André.

A médica oncologista Mariana Tais Ferreira Moreira fez um panorama geral das estatísticas do câncer de mama e orientou sobre como fazer o autoexame e a mamografia. “Segundo o Inca, desconsiderando o câncer de pele não melanoma que é o mais prevalente no mundo inteiro, o câncer de mama é o mais prevalente e que mais causa óbitos nas mulheres. Para combater isso, precisamos manter uma rotina de exercícios, controle da dieta, tentar manter o peso, porque o excesso de peso aumenta o risco de diversos tipos da doença, evitar bebidas e cigarro e fazer o acompanhamento diário. Estamos tendo um pouco mais de conscientização, mas ainda precisamos avançar: aqui no Sul do Brasil temos muito acesso à mamografia, mas em outras regiões do Brasil não tem. O que as pessoas precisam perder também é o medo de procurar o médico: muita gente fica em casa escondendo o nódulo e só procura tratamento quando a doença já está muito avançada”, orienta Mariana.

E para demonstrar como o exercício físico pode ser uma ferramenta de prevenção do câncer e outras doenças, o personal trainer e coaching Gustavo Lindholm palestrou. “O câncer hoje é a segunda doença que mais mata no mundo e a falta de atividade física ocasiona muita comorbidades, inclusive o câncer. Mas quando a pessoa pratica exercício físico de forma regular, além de mais condicionamento e resistência, há um ganho de massa muscular e consequente aceleração do metabolismo, aumento o gasto de energia e assim ela controla melhor o peso. Sem falar da parte estrutural: como as pessoas ficam muito tempo no computador ou celular hoje em dia, o exercício físico ajuda a ter uma postura melhor”, explica Gustavo, acrescentando uma sugestão para as mulheres que ainda não se exercitam: um ajuste na rotina para ter no mínimo 30 minutos de exercícios três vezes por semana.

As participantes assistiram ainda à uma apresentação musical, participaram de um coquetel saudável e levaram para casa um material informativo sobre a campanha. De acordo com a delegada da Caixa de Assistência de Cascavel, Ana Maria Kondrat, ano a ano eventos como esse ajudam as mulheres a descobrirem precocemente a doença, aumentando a chance de cura. “A Caixa de Assistência tem uma preocupação muito grande com a saúde e o bem estar dos advogados. Por isso, todos os anos já virou praxe para nós juntarmos as mulheres advogadas e outras mulheres da comunidade para que possamos discutir o assunto”.